Guia de Búzios: hospedagens, passeios e restaurantes.

19/10/2017 0 Por Natália Alves

A cidade de Búzios é a pedra preciosa do Estado do Rio. Ela e Paraty competem acirradamente pelo 1º lugar no meu coração, mas Búzios possui duas vantagens: sua vida noturna agitada e a proximidade com a cidade do Rio. São cerca de 2h30m a 3h até lá dependendo do trânsito. Confira a seguir nosso guia mais que especial desse balneário tão charmoso.

Orla Bardot

A estonteante Orla Bardot pelos olhares atentos de sua musa, Brigitte Bardot! Foi a atriz francesa a responsável por “descobrir” Búzios. A cidade que originalmente era uma colônia de pescadores entrou na rota do turismo de luxo internacional e até hoje guarda os vestígios da era dourada. Destino preferido dos franceses e argentinos, o balneário que antes recebia uma parcela quase que total de turistas estrangeiros, viu sua situação mudar com a explosão de ofertas de pousadas nos sites de compras coletivas quando os brasileiros começaram a proliferar por lá.

Eu tenho um caso sério de amor com essa cidade que apesar de ostentar o título de glamourosa ainda conserva seus traços rústicos de origem. Pra quem quer fugir da balbúrdia do Carnaval e ainda se sentir em Saint Tropez, escolha Búzios como destino.

 

 

Hospedagem

Vila D’este – sofisticação rústica

É impossível falar de Búzios e não pensar nas mansões e hotéis esplendorosos da Orla Bardot. Desde que me entendo por gente passava por aqui e ficava babando nas construções do Morro do Humaitá. O ‘Vila D’este’ é uma dessas que povoava meus sonhos de criança e superou todas as expectativas.

Com vista impressionante para a Orla Bardot, esse hotel tem o privilégio de ser considerado um dos melhores da região e não é apenas a avaliação de 4,5 estrelas no ‘Booking.com’ que garante isso. Segundo os moradores mais antigos da cidade, esse traduz a essência do charme europeu de Búzios. Ele foi o segundo a chegar ao balneário nos áureos tempos de Brigitte Bardot – diva do cinema que “descobriu” a cidade – e possui décor italiano. Ao chegar ao hotel você irá ter exatamente essa sensação: a de que está em uma vila rústica italiana, mesmo que você nunca tenha ido a uma (filmes servem para isso, não é mesmo?).

 

,

 

O Handmade Hospitality Hotel possui três piscinas, dentre elas a de caracol que já é marca registrada da casa e fazer uma foto aqui te eleva quase que ao status de luxo e riqueza da Beyoncè. Para os dias nublados ou frios, eles também possuem piscina aquecida.

Nossa acomodação foi o apartamento com ar condicionado, ambientação rústica, T.V a cabo, secador de cabelo, cofre e o melhor de tudo: produtos L’occitane no banheiro! As roupas de cama da Trousseau também são uma delícia.

 

 

O ‘Vila’ é voltado quase que exclusivamente para casais, uma vez que a política do hotel não permite crianças abaixo de 14 anos. Isso explica o alto índice de procura para lua de mel e a calma e tranquilidade que reina em absoluto lá dentro.

Com funcionários muito simpáticos e um restaurante de encher os olhos, eles possuem o conceito de ‘Búzios tradicional’, ou seja, prezam pela preservação da simplicidade sofisticada em um ambiente que reflete a essência buziana de praia, sol, sal e pesca.

E por falar no restaurante, o desjejum do ‘Vila’ é espetacular. Com itens que vão desde o trivial como pães, bolos e frutas a doces de pâtisserie, é sem dúvida parada obrigatória aos amantes de café da manhã. À época que fomos ainda estava era o Egeo, porém recentemente passou por uma mudança e se transformou no Altto Ristorante & Lounge Bar com referências mediterrâneas.

Endereço:

Alto do Humaitá, 11 – Centro, Búzios – RJ. Telefone: (22) 2623-1546

 

Gringos Bed & Breakfast

Essa Guest House é ideal para quem procura um lugar acolhedor com atmosfera de casa particular e que não se importa em tomar café da manhã em mesa coletiva. É uma ótima oportunidade para conhecer pessoas de diversas localidades e trocar ideia.

Fomos recepcionadas pelos goldens Lion e Taiia que são os anfitriões ilustres da casa. Garotos propagandas do Instagram e modelos nas horas vagas, os cachorros são a alegria da ‘Gringos’. Kátia, a proprietária, coloca até arco e roupinha neles para fotos!

A pousada tem apenas sete suítes, uma piscina com bar e uma jacuzzi aquecida, ambas com vista para a Praia da Ferradura. Há detalhes importantes que demonstram o caráter intimista do local, por exemplo, os colchões e cobertores são de seda paquistanesa selecionada a dedo pelos proprietários que tomam conta de tudo com muito zelo para garantir aos hóspedes a melhor estadia possível.

 

 

A ‘Gringos’ serve apenas café da manhã, que é elaborado na própria casa. Pães de queijo e bolos, por exemplo, são de fabricação própria. O ponto negativo é que quando acaba o horário do café não se pode pedir mais nem água para a cozinha, apenas a do frigobar. Pedimos duas vezes água da casa e foi negado.

 

 

Em relação ao horário de chegada, recomendamos que não cheguem tarde, pois depois das 22h o funcionário é dispensado e fica a cargo dos próprios donos abrirem o portão. Por infortúnio do destino acabamos chegando depois das 23h30 e tudo já estava no mais absoluto silêncio. Imagina como não ficamos sem graças! O acesso também não é dos mais fáceis, à noite a dificuldade é maior para encontrá-los.

Por estar em uma área protegida pela fiscalização ambiental, a natureza é privilegiada aqui. Aos que buscam um refúgio longe do burburinho do centro e gostam de bichos e ar puro é uma ótima sugestão.

Endereço:

Rua Cavalo Marinho, 113 – Ferradurinha, Búzios – RJ. Telefone: (22) 2623-6065

 

Comer e Beber

Bananaland

Não sou grande fã de comida a quilo. Para a experiência ser no mínimo satisfatória a comida precisa ser muito boa e/ou possuir bastante variedade. No caso do Bananaland os dois quesitos foram bem sucedidos. Com um cardápio que varia todos os dias cujo padrão é alto e comandado pela simpática e prestativa Rosângela, o ‘Banana’ foi destaque no Festival Gastronômico de Búzios desse ano (2017). Para vocês terem uma ideia, há no buffet itens diferenciados como trouxinha de brie com damasco, risoto de funghi, crepe de camarão com catupiry, dentre outros pratos que dificilmente encontramos em restaurantes a quilo por aí.

 

 

Claro que para oferecer um nível a altura do cliente e de qualidade, o valor do buffet não seria tão baixo. Com preço que ultrapassa os R$8,00 100 gramas, é um restaurante para quem decididamente sabe bem o que quer.

Endereço:

Rua Manuel Turíbio de Farias, 50 – Rua das Pedras, Búzios.

Telefones: (22) 2623-0855 / 2666.

Anexo Praia – Porto da Barra, Praia de Manguinhos​

Se você não vai a Florianópolis, Jurerê Internacional se materializa para você em solo buziano na forma de Anexo Praia, um dos quiosques mais badalados do Porto da Barra, complexo gastronômico de Manguinhos. O espaço é apaixonante e ideal para um drink ao pôr do sol. Inspirado no clima de Ibiza, sempre ao entardecer, quando o sol está quase se pondo, uma trilha sonora é ativada, acompanhada por um drink exclusivo (drink do pôr do sol) oferecido gratuitamente aos clientes.

As comidinhas também não decepcionam e os bolinhos de feijoada com molho de pimenta rosa são uma ótima pedida para “abrir os trabalhos”. Se a fome for maior, pode apostar nos risotos da casa que, além de virem em uma porção considerável – não aguentamos comer um inteiro – são muito bem preparados. Escolhemos o de limão siciliano e funghi, que são os mais pedidos do cardápio.

Para amenizar o calor, nada melhor do que uma jarra de Clericot ou um Apperol Spritz. Com direito ao cenário mais bonito da cidade.

Endereço:

Av. José Bento Ribeiro Dantas, 2900 – Porto da Barra – Praia de Manguinhos

Horário de funcionamento:

De seg a sexta – 16h30min à 00h, sábado de 13h à 00h e Domingo de 13h às 21h

Telefone: (22) 2623-7302

 

Salsa Tempero e Arte

Esse é outro restaurante de comida a quilo que me agradou. Com a proposta de comida saudável, a proprietária retira todos os produtos da sua horta orgânica que ficam na parte de trás da loja e os sucos são feitos com frutas 100% frescas. Também são vendidos alguns produtos no salão do restaurante. Algumas receitas são bem elaboradas como o jiló caramelizado e sequinho.

 

 

Um detalhe interessante daqui são os temperos que ornam as janelas do lado de fora. Além de almoçarmos com cheirinho de hortelã invadindo o ambiente, temos a certeza que estamos cuidando bem do corpo com comida de qualidade!

Endereço:

Av. Jose Bento Ribeiro Dantas, 94 – Búzios (próximo ao Mc Donalds da Rua das Pedras)

Maria Maria Café

Dos meus lugares preferidos em Búzios, sem dúvida. O ‘Maria Maria’ é tudo aquilo que podemos caracterizar como um café ao dolce far niente. Sou encantada com a atmosfera daqui. O ambiente é despretensioso e rústico e o entardecer daqui é de babar. É a materialização e a prova de que nem todo luxo se resume a milhões de reais na conta.

Além da unidade da Rua das Pedras, eles também abriram uma loja fofa de doer na Praça dos Ossos. Com cadeirinhas coloridas e uma decoração de casinha de boneca praiana, o Maria Maria se consagra como o melhor café da região

 

 

Suas tortas não me deixam pecar pelo exagero. A de banana com chocolate é a estrela do cardápio, embora a de morango com doce de leite seja um ABSURDO! A receita da de banana veio da avó do Rodrigo, atual gestor do negócio, e uma simpatia de pessoa, que começou com uma simples carrocinha na Rua das Pedras há muitos anos atrás.

Recentemente estivemos na cidade para o Festival Gastronômico e experimentamos a novidade criada para o evento e que graças ao bom Deus vai permanecer no cardápio, o cheesecake de Nutella, Avelã e Oreo! Vocês não têm noção do qual maravilhosa é, mas para terem uma ideia, ela ganhou o prêmio de melhor sobremesa do Festival desse ano!

 

 

Quando estiver vindo a Búzios, não deixe de parar e apreciar um delicioso café de frente para a praia nesse lugar encantador!

Endereços:

Rua das Pedras, 151 e Praça dos Ossos – Búzios.

 

Passeio e Praias​

Confesso que a cidade de Búzios me encanta mais do que suas praias, uma vez que no verão estão sempre cheias e a maioria possui uma faixa de areia pequena o que facilita a aglomeração constante de banhistas, ambulantes e lanchas, ou seja, uma bagunça total. Para fugir da balbúrdia e conseguir curtir as águas límpidas e geladas da região, a melhor opção é pegar um barco no Píer da Orla Bardot ou no Píer da Praia dos Ossos. Fiz meu último passeio com o Pierre do Búzios Sailling , cuja duração é de 3 horas e te leva a várias praias de forma privativa (máximo de 6 pessoas) com direito a caipirinha:

Praia da Ferradura: é a minha preferida, aconselho ir para passar o dia. É uma das que possuem extensa faixa de areia e comércio ativo. Com águas agradáveis e calmas, porém geladas, o melhor jeito de chegar até ela é de carro.

 

 

João Fernandes e João Fernandinho: aqui é comum o sentimento de estar em alguma praia badalada da Europa. Fica bem cheia no verão e a pequena faixa de areia fica lotada. Aconselho ir de Táxi Marítimo que sai do Píer da Orla se a intenção for ficar por lá, mas se a intenção for apenas dar uma parada e curtir o tempo no mar aberto longe da multidão a melhor opção mesmo é o barco. Difícil achar vaga para estacionar no alto verão.

Praia da Tartaruga: com pôr do sol de encher os olhos, extensa faixa de areia e quiosques atuantes, tem fácil acesso de carro.

 

 

Azeda-Azedinha: no verão não dá para avaliar a beleza total dessa praia que tem esse nome pela coloração da água que é de um azul esverdeado lindo! Aqui em Búzios tem várias praias nesse estilo, uma grande e uma pequenininha ao lado, como João Fernandes e João Fernandinho, Ferradura e Ferradurinha. Consegue-se chegar nela caminhando a partir do centro (atalho pela Praia dos Ossos), de Táxi Marítimo e barco. Prepare-se que as águas dessa praia são extremamente geladas e as areias ficam lotadas de barracas e cangas.

 

 

Geribá: Geribá ou Geribali é a Ipanema de Búzios. Tem esse apelido de com ‘Bali’ porque é a mais badalada. Lá é possível ouvir jazz vindo dos quiosques enquanto se admira o visual com uma caipirinha. Embora não seja a mais bonita, o mar quase nunca está muito claro além de ser BIZARRAMENTE gelado e a areia ter coloração avermelhada, aqui estão concentradas todas as pessoas mais bonitas/saradas/hippies/almas solares e good vibes da região. Minha parte preferida é no cantão esquerdo embaixo do hotel Chez Pitu porque nessa área os quiosques têm um preço mais em conta e o mar é estilo piscininha. Já na outra extremidade está o Fishbone, um bar famosinho (e carinho) que tem festa sunset todo sábado a partir das 15h. Eu amo Geribá porque é muito eclético, tem a parte família, a parte marola, a parte do jazz + bons drinks à beira mar sem contar no pôr do sol que é mágico! É só achar seu lugar, ou a sua turma, e ser feliz. É uma das mais conhecidas que nem barco nem táxi marítimo chegam. Fácil acesso de carro.

 

Para contratar o serviço do Búzios Sailling: (22) 99859 1500 (Whatsapp) ou http://www.buziossailing.com

 

 

Quando ir

Os melhores meses para visitar Búzios além da alta temporada (dezembro – janeiro e fevereiro) são julho, quando ocorre o Festival Gastronômico, e novembro, quando tem o Festival de Cinema de Búzios. Apesar de julho ser uma época fria, o clima é ótimo e centenas de restaurantes colocam suas barraquinhas na Rua das Pedras para o público saborear pratos que vão até R$20.

*Agradecimento especial à Aline Santana da HypeXMidia por alguns roteiros indicados.

Compartilhe esse post: