Adega Flor de Coimbra: uma casa portuguesa com certeza

24/11/2017 0 Por Natália Alves

Se a Escadaria Selarón é um ícone da cidade, nada mais justo do que estar acompanhada de um vizinho tão ilustre quanto. O ‘Adega’ não só é uma das casas mais tradicionais da cidade como é referência quando o assunto é culinária portuguesa. Além disso, a decoração é um show a parte. Sem espaço para minimalismos, os vinhos portugueses lotam as prateleiras do prédio tombado junto com cachaças, quadros do Rio Antigo, bandeiras, fotos do poeta Selarón morto em 2013 – e amigo da proprietária – o icônico quadro ‘é proibido beijos ousados’.

 

 

Para dar entrada na viagem de paladares ao Douro, Coimbra, Lisboa e Aveiro os magníficos bolinhos de bacalhau (6 unidades) que não tem formato de bolinha, tá mais para croquete de bacalhau, que são uma explosão na boca. Para principal, a tradicional feijoada portuguesa com feijão na manteiga que serve muitíssimo bem de 3 a 4 pessoas e a posta de bacalhau macia com arroz de brócolis e legumes cozidos. Os pratos são fartos, se a ideia for compartilhar pode optar sem medo por algum dos pratos principais para um porque certamente vão servir dois peões famintos.

 


De sobremesa não poderia ser diferente. Pedir a taça de sorvete ou brownie é até uma afronta diante do saboroso pastel de Santa Clara, toucinho do céu e pastel de Belém.

 

 

Durante a semana o ‘Adega’ fica apinhado de pessoas que trabalham nos prédios comerciais da Glória, Lapa e Cinelândia – a casa oferece pratos executivos – e aos finais de semana os turistas invadem o salão. Pra quem está fazendo turismo pela região não pode deixar de conferir esse estabelecimento que já ultrapassa os 70 anos de funcionamento.

Endereço:

Rua Theotônio Regadas, 34 – loja A – Lapa.

Dias e horários de funcionamento:

De segunda a sábado de 11h30 a 00h.

 

Compartilhe esse post: